Yantras, as formas sagradas

  • por
Yantra

Você sabe o que é um Yantra?

Yantras as formas sagradas, como as mandalas. YANTRA significa “apoio/instrumento”. Essas formas sagradas são como uma ferramenta e serve para contemplação, concentração e meditação. YANTRAS carregam significado espiritual: há um significado específico que pertence aos níveis mais elevados de consciência.

Muitos YANTRAS tem a energia de uma divindade específica e você pode usar diferentes Yantras para entrar em contato com a força dessas divindades. .

O YANTRA mais famoso da Índia é o Sri Yantra. É um símbolo de todo o cosmos que serve para lembrar o praticante da não diferença entre sujeito e objeto.

 Pra que serve um Yantra?

Um YANTRA é um instrumento espiritual que pode acalmar a mente e, por sua autossugestão positiva, reflete um impacto benéfico na saúde e no bem-estar psíquico de quem usa. Serve também para proteção e atração de determinadas energias.

Um YANTRA sozinho não representa nada. Apenas quando meditamos com a forma sagrada ele é ativado e o processo de ressonância tem início.

Como usar um YANTRA? 

 Um Yantra tem suas formas pensadas para transmitir determinada energia. A ideia é que cada forma emita um padrão de frequência e energia muito específico. Há tempos a humanidade trabalha com a energia das formas como nas mandalas, na estrela de Davi, no pentagrama, na cruz cristã, nas pirâmides etc.

Você deve se concentrar no Yantra escolhido, e sintonizar sua mente com as formas do desenho que vê e medite olhando as formas de fora para dentro, deixando o centro por último. O processo de RESSONÂNCIA é então mantido e amplificado. O YANTRA age apenas como um mecanismo de “sintonia” ou uma entrada. A energia sutil não vem do próprio YANTRA, mas do MACROCOSMO

Coloque o YANTRA voltado para o norte ou leste, com o centro na altura dos seus olhos.

Fique numa posição confortável e com a coluna ereta. Com uma respiração relaxada e completa (inspirando e expirando suave e longamente) olhe para a moldurassem prestar muita atenção ao núcleo, pouco a pouco vá “entrando” nas formas sagradas até chegar ao centro do Yantra. Fique em meditação de 15 a 30 minutos.

Em fases avançadas, o YANTRA absorve toda a atenção do praticante, e ele não pode mais dizer se o YANTRA está dentro de si mesmo ou se ele está dentro do YANTRA; esse é o estado de não dualidade.

YANTRA não pode ser inventado. Cada humor e emoção específicos têm uma forma e energia associadas.  Os YANTRAS foram descobertas através de revelação e é preciso ser um verdadeiro mestre espiritual, um guru tântrico, para ser capaz de revelar um novo YANTRA para o mundo.

É importante conhecer a forma certa de colocar e usar o Yantra lembre-se eles são portais energéticos! Um YANTRA colocado de cabeça para baixo não é mais o mesmo YANTRA. O YANTRA tem a mesma função de um mantra (sons sagrados), entrar em ressonância com a energia do praticante que vibra no mesmo comprimento de onda com a energia infinita, que está representada no YANTRA.

As formas sagradas


Moldura

O YANTRA é delimitado do exterior por uma linha ou um grupo de linhas que formam o seu perímetro. Essas linhas contem e previnem o escape da energia representada no YANTRA, geralmente o ponto central. Também servem para aumentar sua força mágica e sutil.

O núcleo do YANTRA tem uma ou várias formas geométricas: pontos, linhas, triângulos, quadrados, círculos e lótus representando de diferentes maneiras as energias sutis.


O Ponto

O ponto é a energia direcionada e concentrada. O ponto é geralmente cercado por outras formas. Essas formas representam a característica da divindade ou aspecto representado pelo YANTRA. O ponto é denominado BINDU e pode ser  SHIVA, o senhor de toda a criação.

O Triângulo
O Triângulo por sua vez representa SHAKTI, a energia feminina. O triângulo que aponta para baixo representa o YONI, o órgão sexual feminino e o símbolo da fonte suprema do Universo e o elemento água. Mas se o triângulo está para cima, significa uma intensa aspiração espiritual e o elemento de fogo.

 Intersecção

Quando o Yantra tem uma intersecção de duas formas geométricas (linhas, triângulos, círculos, etc.) ela potencializa as forças geradas pelas formas simples.  Os espaços vazios gerados por tais combinações são descritos como campos operacionais muito eficientes das forças que emanam do ponto central do YANTRA. E muitas encontramos MANTRAS nesses espaços. YANTRA e MANTRA são aspectos complementares do SHIVA e seu uso em conjunto é muito mais eficiente do que o uso de um só.

 A Estrela de Seis Pontas

A sobreposição de dois triângulos invertidos forma uma estrela de seis pontas, a famosa estrela de Davi. . Esta forma representa a união SHIVA-SHAKTI. 

O Círculo

O círculo representa o contínuo movimento intimamente ligado à forma da espiral que é fundamental na evolução. Representa também a perfeição e o vazio criativo e o elemento ar. 

O Quadrado

O quadrado está geralmente no limite exterior do YANTRA e representa o elemento terra.


O Lótus

O símbolo de lótus (ou suas pétalas) é um símbolo de pureza e variedade, cada pétala de lótus representando um aspecto distinto. A inclusão de um lótus em um YANTRA representa a liberdade de múltiplas interferências com o exterior (pureza) e expressa a força absoluta do Ser Supremo.

Os Yantras, suas deidades e energias.

O Shri Yantra, chamado de “rainha dos Yantras” (rajayantra) é o símbolo do grande princípio da mãe divina, a fonte de toda energia, poder e criatividade. É considerado a representação do universo, bem como o corpo da deusa relacionado ao princípio feminino de shakti, ou energia.

Yantra

Ganesha Yantra é um dos mais auspiciosos, fortes e importantes yantras.  A pessoa que adota esse yantra obtém alívio de todos os tipos de obstáculos da vida e alcança riqueza e felicidade. Este yantra é uma fonte para satisfazer todos os desejos de um humano e proporcionar sucesso em todos os campos da vida.

Durga Yantra: Durga é a capacitação da energia divina que nutre seu corpo, mente e alma. Ela é a deusa salvadora para as mulheres e também um refúgio protetor para os homens. Os raios de energia do Yantra estimulam a coragem para vencer os inimigos.  Protege e traz sucesso em todos os empreendimentos.

Kali Yantra: Kali, a mãe do tempo (e sua destruição), também é a progenitora da respiração, do amor divino e da transformação.  Kali Yantra traz transformação e cura. Meditar com esse yantra é render-se totalmente à energia do crescimento espiritual e transformar a catarse emocional em vantagem espiritual.

Yantra

Tripura Sundari Yantra: significa “Aquela que é Bela nos Três Mundos” (numa referência à criação, sustentação e destruição). Ela é Tripura porque está além dos três Gunas. Ela mora nos três mundos de manas, buddhi e chitta. Ela é a combinação unificada dos três deuses Brahma, Vishnu e Shiva. Traz a energia do desejo, da renovação, da potência, da realeza, intensidade, beleza, boa sorte, riqueza, prosperidade e uma vida conjugal feliz.

Tara Yantra: A Deusa Tara é conhecida como “Luz”, por guiar e superar obstáculos. Oferece conhecimento e salvação, é conhecida também por ser a Deusa que dá a vida eterna. Seu Yantra traz a energia da saúde, comunicação, sabedoria e prosperidade.

Yantra

Tripura Bhairawa Yantra: Deusa que é uma encarnação de aprendizado e raciocínio, bravura e bênçãos, com um sorriso compassivo e gentil no rosto. Tripura Bhairavi cuida de todas as circunstâncias que possam causar medo, tensões, preocupações, acidentes.

Yantra

Matangi Yantra: este Yantra contem a semente da deusa Matangi, que abençoa com autoconfiança, eloquência, vida harmoniosa, paz de espírito e criatividade.

Yantra

Chinnamasta Yantra: Deusa da intuição, Chinnamasta interrompe falta de comunicação da mente e dos sentidos. A faculdade da intuição, o olho que tudo vê, liberta todo o seu poder à medida que os portões da consciência superior são abertos.

Você já sabe o que são Yantras, então escolha os seus e se beneficie dessas energias sagradas.